#1124

Sitio do património Arbóreo da Cidade

Ambiente, Ordenamento do Território, Conservação da Natureza e Habitação

Ambiente, Ordenamento do Território, Conservação da Natureza e Habitação

Pólo a funcionar em espaço municipal vazio( os municípios possuem muitos espaços vazios no seu património urbano).
Pólo, onde se faz o registo das árvores, arbustos, flores, existentes na Cidade.
Neste Pólo, trabalham técnicos da área florestal, da jardinagem, arquitetos paisagísticos em parceria com universidades e o seu objetivo é mapear, classificar, registar o estado de saúde das árvores, arbustos, flores, …, da Cidade, calendarizar a poda e fazer o seu controlo.
Dar a conhecer as espécies Autóctones das diversas áreas, fazer workshops, formação, dando a conhecer todos os benefícios do património arbóreo da Cidade.
Cuidar dos diversos parques da Cidade, promover boas praticas no sentido de integrar o património arbóreo da cidade como fundamental ao seu bom funcionamento, resultando no bem-estar do cidadão.
Ajudar, ensinando o cidadão a “amar “este maravilhoso património.
Este polo deverá funcionar em estreita ligação com os municípios uma vez que o mesmo deverá ser intermunicipal.

Proponentes da proposta
  • Ana Margarida Ferreira Gonçalves Couto
Ambiente, Ordenamento do Território, Conservação da Natureza e Habitação

Ambiente, Ordenamento do Território, Conservação da Natureza e Habitação

  • Orçamento Previsto
    Entre 50.000€ e 300.000€
  • Âmbito da Proposta
    Nacional
  • Regiões onde aplicar
    Norte, Centro

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal