#428

Escola de agricultura do Alentejo

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Passa por criar uma escola profissional de agricultura, que consiste em formar pessoas nas áreas profissionais que prestam serviços mais técnicos como por exemplo técnicas de podas, mecanização, técnicas de colheita, etc…
Este tipo de serviços pretende dar respostas à necessidade de trabalho especializado e que pode dar formação até ao 12º ano.
Esta escola iria funcionar em parceria com varias entidades como a Escola Superior Agrária de Elvas, associação de jovens agricultores do Alto Alentejo.
Esta escola seria um complemento da escola Superior Agrária de Elvas uma vez que existe uma falta de serviço operário especializado e que pode fornecer um forte apoio e criação de pequenas e medias empresas na área da agricultura. Assim como a cedência de terrenos para a implementação dos negócios dos estudantes em final de curso. Existem vários produtos agrícolas que devem ser promovidos e protegidos como é o caso da “ ameixa de Elvas" “ Anglite de Elvas” assim como a produção de cereais e rações para animais.

Proponentes da proposta
  • Rui Miguel Salabarda Gamido
  • Rui Valente
  • Filomena Martins
Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

  • Orçamento Previsto
    Entre 50.000€ e 300.000€
  • Âmbito da Proposta
    Regional
  • Região onde aplicar
    Alentejo
  • Municípios onde aplicar

    Alandroal, Borba, Estremoz, Arronches, Campo Maior, Elvas, Monforte

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal