#186

Ponto de partida idêntico em termos culturais para os jovens açorianos

Cultura

Cultura

Criação de um “cheque cultura” para os jovens açorianos, que permita mitigar os custos de insularidade no acesso à cultura, bem como, naturalmente, suprir algumas lacunas do ponto vista de educação, ou percurso académico advindas da dificuldade de acesso à cultura.
Propõe-se intervenção em duas dimensões:
a) uma componente incidente em todo o percursos educativo,( desde o início do pré-escolar, 1.º, 2.º e 3.º ciclos e secundário), do tipo "cheque cultura" a ser utilizado em livros, espetáculos, material multimédia, música, ou mesmo instrumentos musicais considerando que esta pratica poderia contribuir para aumentar as possibilidades de sucesso escolar.
b) uma componente com enfoque no primeiro ano de ensino superior, do tipo "livre trânsito", que permitira o acesso gratuito ou convencionado a entidades e equipamentos de cultura, nomeadamente para os jovens que prossigam os estudos em Portugal Continental no sentido de colmatar a menor exposição a eventos culturais pela insularidade.

Proponentes do projeto
  • Patrícia Alexandra da Silva Lopes Mourão
Cultura

Cultura

  • Orçamento
    300000 €
  • Âmbito do Projeto
    Regional
  • Região onde aplicar
    Região Autónoma dos Açores
  • Municípios onde aplicar

    Santa Cruz Da Graciosa, Lajes Das Flores, Santa Cruz Das Flores, Vila Do Porto, Calheta De São Jorge, Velas, Lagoa, Nordeste, Ponta Delgada, Povoação, Ribeira Grande, Vila Franca Do Campo, Corvo, Horta, Lajes Do Pico, Madalena, São Roque Do Pico, Angra Do Heroísmo, Praia Da Vitória

  • Prazo
    18 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal