#195

Plantas aromáticas e medicinais no Algarve: valorização e promoção de saberes

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Imagem do projeto

Com o presente projeto pretende-se a valorização do conhecimento ancestral na utilização de plantas e a sua promoção no ambiente algarvio, contribuindo para a promoção da humanização do ambiente rural algarvio, para bem do Homem, da fauna e flora da região.

No Algarve, sempre conhecida como distinta do resto do Continente Português que hoje serve para além de destino para férias, de ponte importante na interação de saberes e culturas, urge proceder à identificação, recolha e inventariação de saberes, tal como promoção, aplicação de conhecimentos, de culturas que permitam viver melhor e, com mais conforto no espaço algarvio.

Num presente em que todos reconhecemos na facilidade e abuso na utilização de tratamentos agroquímicos e farmacêuticos, incluindo o uso abusivo de antibióticos, promove resistência aos fármacos utilizados, no que pretendiam ser tratamentos, correm o risco de não o poder mais ser, propomos:

1. Registar as receitas “cultivadas” pela população rural e citadina, recorrendo a bibliotecas regionais e lares de 3ª idade onde maioritariamente vivem mulheres portadoras destes saberes;
2. Analisar o fundamento dos registos recolhidos através de critérios científicos e, à luz do conhecimento presente;
3. Estabelecer propostas de ensaios científicos (no caso de plantas e animais) acompanhados por técnicos competentes, recolher dados que permitam análises estatisticamente significativas;
4. Valorizar as plantas da região, quer em termos de plantas aromáticas, tisanas ou eventualmente como potencial utilização farmacológica, escrevendo um manual ilustrado incluindo as receitas detalhadas , com o intuito de promover a preservação, promoção e valorização de hábitos culturais da região:
5. Demostrar em visitas guiadas por pessoas formadas no âmbito do projeto à vegetação referida, tal como das práticas que resultam na sua valorização;
6. Propor conferencias para agricultores, jardineiros e população em geral sobre o cultivo destas plantas que poderão num segundo momento ser alvo de interesse na produção e valorização dos produtos do Algarve.

Proponentes do projeto
  • Annemarie Carola Meierrose Araújo
Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

  • Orçamento
    100000 €
  • Âmbito do Projeto
    Regional
  • Região onde aplicar
    Algarve
  • Municípios onde aplicar

    Olhão, São Brás De Alportel, Silves

  • Prazo
    24 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal