#218

EXEMPLO DE ALDEIA DIDÁTICA E DIVERTIDA

Educação, Desporto e Juventude

Educação, Desporto e Juventude

No conselho de Águeda existe uma aldeia com o nome de Vale Domingos que benificia crianças de vários Distritos á volta através de visitas de estudo feitas por escolas principalmente dos Distritos de àgueda, Oliveira do Bairro, Sever do Vouga, Aveiro, Albergaria a Velha, Vagos e Anadia, estas visitas são feitas desde meninos de creches a jovens que frequentam até ao 12º ano, estes jovens e crianças vem observar mudanças sociais, vêm observar exemplares únicos de plantas e árvores, alguns animais, e esas visitas para além de muito didáticas acabam por ser muito mais que isso, porque algumas turmas e grupos de ATL que também frequentam este local durante as férias vêm também fazer voluntariado e ter momentos de lazer para além de toda a aprendizagem...
A expectativa destas visitas é sempre enorme, e devido á quantidade de crianças e jovens que frequentam cada vez mais este local, acho que esta aldeia deveria para beneficio destes jovens destes vários conselhos de estar munida de equipamentos próprios a serem montados nestas ocasiõesmpara tornar estas visitas ainda mais ocasiões especiais...
Deveria de ter:
- insufláveis para crianças brincarem
- baloiços
- pórticos insulfláveis
- slide e desportos radicais com ex. torre de escalada
- ludoteca
- arte urbana
- esta aldeia tem uma descida de 100m perfeita para colocar um escorrega ou slide insulflável com água para os jovens e crianças escorregarem...
- formação de pessoas em segurança, montagem e desmontagem dos equipamentos e manutenção.
- autocarro ou outro veículo caracterizado que sirva de promotor e centro interpretativo
além desta componente de lazer, é importante para tornar estas vizitas ainda mais didáticas... existe algo que é transversal a estes jovens de todos estes conselhos, algo que infelizmente tem entrado no esquecimento e com o tempo tende-se a perder, esta região marcou uma época na história da industria do nosso pais, sendo por muito tempo conhecida pela região das 2 rodas, porque eram produzidas nestes conselhos as motorizadas que marcaram o passado do nosso país e que marcou gerações com marcas lendárias como a FAMEL, AIDAN, ASV, CASAL, DIANA,DÚNIA, EFS, FUNDADOR, JOANINHA, NARVIK, RENSAK, SIRLA, TROIA, VOADORA, ZENITH... entre outras... era importante criar um museu didático a céu aberto destas motorizadas, porque ajudava a que a história perdurá-se, estes jovens na sua maioria têm familiares que chegaram a trabalhar na construção destas motorizadas, e tinham assim a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a sua origem... a ideia seria colocar exemplares destas motorizadas em locais especificos nos percursos desta aldeia com placas didáticas e sensitivas, e criar um livro com todos os exemplares de motorizadas que foram construidos e suas características...
(Para garantir a viabilidade da proposta, deverá começar por se definir um conceito coerente e consistente para o parque temático em causa, que poderá ser desenvolvido em torno do contexto local. De acordo com o descrito na proposta, este conceito poderia abarcar os aspetos naturais, como a fauna e a flora, e os aspetos culturais mais relevantes da região.
Relativamente aos aspetos artísticos, poderiam ser desenvolvidas atividades em torno do conceito de land art.
Estes aspetos poderiam ser complementados pela disponibilização de alguns equipamentos de desporto aventura que permitissem novas vivências às crianças e aos jovens.
Os equipamentos como os insufláveis têm menor valência a nível educativo e são de aquisição e manutenção dispendiosa, pelo que não deverão ser considerados.
Quanto à criação de um museu de motorizadas ao ar livre, é considerado de difícil manutenção, mas a construção de um edifício contraria o legalmente previsto, pelo que esta vertente da proposta não deverá ser elegível.)

Proponentes do projeto
  • Ricardo Alexandre Dias Pereira
Educação, Desporto e Juventude

Educação, Desporto e Juventude

  • Orçamento
    300000 €
  • Âmbito da Projeto
    Regional
  • Região onde aplicar
    Centro
  • Municípios onde aplicar

    Águeda, Albergaria-A-Velha, Anadia, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Mealhada, Oliveira Do Bairro, Ovar, Sever Do Vouga, Vagos

  • Prazo
    24 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal