#254

Proteção contra incêndios das Serras do Porto

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Imagem do projeto

Propõe-se a criação de reservatórios de água recolhida da chuva, segundo os métodos de permacultura, nas Serras do Porto.
Esta água reservada nos períodos de chuva poderá ser usada para combate a incêndios nas épocas de seca.
Num tempo em que os períodos de seca extrema serão cada mais frequentes em Portugal, estes reservatórios servirão para proteger dos incêndios as florestas e as populações que habitam próximo das mesmas.
O Parque das Serras do Porto, recentemente constituído, e as aldeias circundantes têm um enorme potencial agrícola e turístico.
Os métodos de permacultura são relativamente simples e de implementação económica, sendo, ainda, de manutenção facilitada.
Para além da proteção contra incêndios, os reservatórios de água poderiam servir fins agrícolas para as populações, potenciar a biodiversidade e constituir-se como pontos de atração turística.
A implementação em pequena escala destes métodos de reserva ecológica de água poderá servir de modelo para outras regiões no País.
Métodos de gestão do território que protejam o ambiente são um investimento altamente eficiente que combate a desertificação e promove o crescimento da economia, ao serviço das populações.

Proponentes do projeto
  • Tiago Emanuel Sampaio Vieira
  • Patrícia Sofia Pinheiro da Costa
Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

  • Orçamento
    50000 €
  • Âmbito do Projeto
    Regional
  • Região onde aplicar
    Norte
  • Municípios onde aplicar

    Gondomar, Paredes, Valongo

  • Prazo
    18 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal