#431

Vertocando - arte acessível

Cultura

Cultura

Criação e divulgação de peças tridimensionais a partir de painéis de azulejos do Museu Nacional do Azulejo.

O Museu Nacional do Azulejo (MNAz) tem uma abordagem e coleção únicas no Mundo e muito ligada à identidade portuguesa.
A acessibilidade na arte é um fator fundamental de melhor cidadania para pessoas com incapacidades.

O projeto/atividades a financiar traduz-se na criação e divulgação, a partir de painéis de azulejo do MNAz, de uma série de peças tridimensionais para permitir que o entendimento da realidade do azulejo, estética e técnica, fosse acessível a públicos com deficiência visual ou baixa visão. Todavia, o carácter pedagógico dos objetos criados permitiriam a todos os públicos um entendimento dos referentes muito mais abrangente e inovador na compreensão da arte.
Estas peças integrariam as exposições fora do MNAz e, eventualmente, elas próprias poderiam ser autonomamente apresentadas em exposição. A possibilidade de itinerância permitiria também que algumas peças pudessem ser apresentadas em escolas, juntamente com as imagens dos referentes, procurando sensibilizar os/as jovens para esta forma de expressão.

Este seria um alargamento de um projeto pioneiro já desenvolvido pelo MNAz, em que foram concebidos de 15 conjuntos de peças feitas a partir de painéis-chave desta coleção, e cuja exposição foi um enorme sucesso.

Proponentes do projeto
  • Carlos Marques da Costa
Cultura

Cultura

  • Orçamento
    50000 €
  • Âmbito do Projeto
    Nacional
  • Regiões onde aplicar
    Norte, Centro, Área Metropolitana de Lisboa, Alentejo, Algarve, Região Autónoma dos Açores, Região Autónoma da Madeira
  • Prazo
    12 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal