#432

As Freiras do Convento - Espaço interpretativo do Convento da Madre de Deus

Cultura

Cultura

A influente e rica história das mulheres que habitaram o Convento da Madre de Deus, cuja primitiva igreja foi fundada em 1509 pela rainha D. Leonor, mulher de D. João II e irmã de D. Manuel, pode ser explorada através de biografias pouco conhecidas. Estas permitem-nos perceber os quotidianos destas mulheres, constituindo um manancial de conhecimento ainda não explorado que poderá enriquecer de conteúdo este espaço na sua atual configuração, despertar interesse por um passado ignorado e promover melhor conhecimento da história da vida quotidiana de mulheres no fim da idade média.
O projeto seria a criação de um centro interpretativo no espaço da primitiva igreja que se iniciaria com a exploração das biografias mais relevantes destas mulheres apoiando as narrativas escritas de forma acessível e interessante em ilustrações que enfatizariam os aspetos mais pitorescos da sua vida conventual (por exemplo: uma freira negra que ao morrer fica como cristal ou outra que tinha uns olhos tão penetrantes que estes ficaram impressos nos seus óculos, constituindo estes uma relíquia para D. João III) e revelavam quem elas eram na vida secular.
Estas ilustrações deveriam ser pensadas para serem adaptadas a azulejos, para se criar um mural com imagens que não se pretendem formais, mas apelativas para os/as mais jovens e, por acréscimo, para todas as pessoas nacionais e estrangeiras que visitam o Convento e o Museu

Proponentes do projeto
  • Marina Sofia Birrento Saraiva
Cultura

Cultura

  • Orçamento
    50000 €
  • Âmbito do Projeto
    Nacional
  • Regiões onde aplicar
    Norte, Centro, Área Metropolitana de Lisboa, Alentejo, Algarve
  • Prazo
    12 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal