#453

Campanha do Peixe Azul

Mar

Mar

O sector da pesca e do pescado é de relevância para a economia nacional mas a gestão eficiente e responsável dos recursos piscícolas é um fator que deve estar presente no desenvolvimento desta área de negócio. Espécies como a Cavala e o Carapau, entre outras, são recursos a otimizar.
Para isso é fundamental sensibilizar as empresas e o público em geral, para a valorização dessas espécies, abundantes na costa portuguesa, sustentáveis do ponto de vista dos recursos e ricas nutricionalmente, contribuindo assim para: (1) aumentar o peso do setor do pescado no PIB nacional (2) promover um consumo mais consciente, associado a espécies sustentáveis, capturadas por embarcações nacionais, na costa portuguesa; (3) contribuir para uma alimentação mais saudável através do consumo regular do peixe azul, rico em ácidos gordos do tipo ómega 3, com reconhecidos benefícios na prevenção de doenças cardiovasculares e do foro neurológico, entre outras; (4) aumentar o rendimento do pescador de forma sustentável e dignificar a profissão.
O projeto é dirigido a vários segmentos da população, nomeadamente os jovens adultos e os jovens em idade escolar.
A concretização do projecto passaria por uma campanha de mobilização social utilizando meios online e offline, a saber: (1) Televisão (canais públicos); (2) Rádio (RDP); (3) Imprensa; (4) Mupies e Outdoors; (5) Redes sociais; (6) Site do projeto com informação científica, nutricional e gastronómica destas espécies, com disponibilização de recursos lúdicos e educativos para trabalhos escolares do 2º. e 3º. ciclo e ensino secundário; (7) Roadshow em escolas, com apresentação da campanha e ações de incentivo à apresentação dos trabalhos e de experimentação gastronómica das espécies.

Proponentes do projeto
  • Ana Paula Gonçalves Chouriço Henriques de Carvalho Queiroga Santos
  • Filipe José Gonçalves Pedro
Mar

Mar

  • Orçamento
    300000 €
  • Âmbito do Projeto
    Nacional
  • Regiões onde aplicar
    Norte, Centro, Área Metropolitana de Lisboa, Alentejo, Algarve, Região Autónoma dos Açores, Região Autónoma da Madeira
  • Prazo
    24 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal