#47

Salvaguarda de arquivos de colectividades do Algarve

Cultura

Cultura

Esta proposta pretende a salvaguarda da memória das colectividades de cultura, recreio e desporto constituídas antes de 1974 e que ainda se encontram em actividade no distrito de Faro. É uma ideia que tem como principal objectivo a preservação da memória e identidade das associações e das comunidades onde se encontram inseridas. A conservação e preservação do espólio documental das associações de cariz cultural, recreativo e desportivo é também a salvaguarda da história local e regional, que urge recuperar e dar a conhecer porque é passível de se perder esta informação definitivamente caso não se realize uma intervenção neste âmbito, pois os recursos e o conhecimento técnico das associações são limitados ou fracos.
A proposta de visa a salvaguarda dos arquivos associativos através de uma identificação e caracterização de cada um deles e a intervenção directa nos mesmos de forma a proporcionar as condições necessárias ao seu acondicionamento, conservação e organização. Para memória futura pretende-se que se produza um catálogo conjunto a disponibilizar online e que sejam conhecidos e acessíveis os referidos espólios para divulgação e fruição deste património colectivo.
Orçamento estimado: 75 000,00€
Prazo: 12 meses

Proponentes do projeto
  • Maria Luísa dos Ramos Pereira
  • Tiago Humberto Ramos Barão
Cultura

Cultura

  • Orçamento
    75000 €
  • Âmbito da Projeto
    Regional
  • Região onde aplicar
    Algarve
  • Municípios onde aplicar

    Albufeira, Faro, Lagoa, Loulé, Olhão, Portimão, Silves, Tavira

  • Prazo
    12 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal