#48

Saldanhas: Condes e Marqueses de RioMaior, uma coleção fotográfica

Cultura

Cultura

Imagem do projeto

Existem muitos tesouros históricos registados fotograficamente que são desconhecidos. Sobretudo a nível de coleções privadas, particulares ou coleções de família. Normalmente mostram grande interesse histórico, cultural, social e científico. Com este projeto pretendemos contribuir para a demonstração da importância da fotografia enquanto fonte documental e na atividade de salvaguarda e divulgação do património cultural e histórico existente no nosso país.

Trata-se de realizar o inventário, estudo, preservação e divulgação do espólio fotográfico da família Saldanha Oliveira e Sousa nomeadamente aos marqueses de Rio Maior, no período que ronda os anos 1870-1950, marcando 4 gerações de marqueses e condes de Rio Maior.

O espólio é composto essencialmente por fotografias de família, retratando um pouco do seu dia-a-dia, interesses pessoais, sociais, culturais, lazer e profissionais. Encontramos retratos de toda a família de geração para geração, amigos, individualidades da época, família Real, eventos sociais e acontecimentos da história de Portugal vividos pelos próprios marqueses. O espólio é constituído por álbuns fotográficos, negativos e provas fotográficas avulsas em diversos formatos. São fotografias antigas da família Saldanha reunidas pelo avô e pai do Senhor Eng.º João Vicente de Saldanha Oliveira e Sousa, ou seja, João de Saldanha Oliveira e Sousa (2ºMRM) e João António de Saldanha Oliveira e Sousa (3ºMRM), respetivamente.

A intervenção neste espólio fotográfico deverá incidir em várias etapas: o inventário, o tratamento de conservação e restauro, e digitalização, o estudo histórico e a divulgação, nomeadamente através de publicações, exposição e participação em encontros científicos.

Proponentes do projeto
  • António Martiniano Ventura
  • Sandra Garrucho
Cultura

Cultura

  • Orçamento
    50000 €
  • Âmbito do Projeto
    Nacional
  • Regiões onde aplicar
    Centro, Área Metropolitana de Lisboa
  • Prazo
    12 meses
  • Links do projeto

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal