#594

Acções de sensibilização contra a violência e discriminação. Escolas do 1º Ciclo da Região Autónoma dos Açores

Igualdade e Cidadania

Igualdade e Cidadania

Imagem do projeto

Acções de sensibilização contra a violência e discriminação.

Alvo: Todas as Escolas do 1º Ciclo da Região Autónoma dos Açores.

Esta proposta visa levar a todas as turmas do 1º Ciclo da Região Autónoma dos Açores, espectáculos de Robertos onde serão abordadas as temáticas da violência e igualdade.
Consideramos ser um auxiliar importante na formação das nossas crianças tornando-as mais conscientes, logo mais activas na defesa da paz e contra a descriminação.
As crianças serão estimuladas a participar, podendo opinar e apresentar outras soluções.
As acções com uma duração média de 40 minutos devem ser desenvolvidas nas salas de aulas, o que permite estabelecer mais e melhores cumplicidades, sem alterar o normal funcionamento das escolas.

Para além do objectivo principal, é de relevar o contacto com os Robertos, arte tradicional tão querida e que conta com cada vez menos executantes.

Devem ser realizadas cerca de 580 intervenções (uma por turma) para o número aproximado de 11500 alunos.

Será criada uma página na internet para a divulgação desta iniciativa, onde cada professor vai poder publicar fotografias ou outros trabalhos dos alunos.

Com a duração de 6 meses tem duas fases distintas.
1ª Fase: Formação das equipas e planeamento.
2ª Fase: Execução

A acção deve acontecer no ano lectivo de 2018/19.
Vão estar envolvidos 13 profissionais.

Proponentes do projeto
  • João Miguel Freire de Almeida Carneiro
Igualdade e Cidadania

Igualdade e Cidadania

  • Orçamento
    274000 €
  • Âmbito do Projeto
    Regional
  • Região onde aplicar
    Região Autónoma dos Açores
  • Municípios onde aplicar

    Santa Cruz Da Graciosa, Lajes Das Flores, Santa Cruz Das Flores, Vila Do Porto, Calheta De São Jorge, Velas, Lagoa, Nordeste, Ponta Delgada, Povoação, Ribeira Grande, Vila Franca Do Campo, Corvo, Horta, Lajes Do Pico, Madalena, São Roque Do Pico, Angra Do Heroísmo, Praia Da Vitória, Lagoa

  • Prazo
    12 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal