#63

Coimbra na Primeira Guerra Mundial

Cultura

Cultura

Esta ideia consiste numa exposição que visa homenagear e dar a conhecer os combatentes da I Guerra Mundial, oriundos do distrito de Coimbra. O espaço expositivo deve conter: alguns documentos e fotografias de rosto/ corpo de alguns combatentes, algum equipamento utilizado nos confrontos, e textos informativos. Relativamente a este último ponto, para além de uma nota introdutória (onde se explica resumidamente as intenções desta iniciativa, e se aborde pequenas noções históricas sobre o envolvimento português, e o contributo específico do distrito de Coimbra neste trágico acontecimento bélico) , vão ser revelados dados referentes aos guerreiros desta região (nome, idade, naturalidade, o posto que exerciam na Guerra, e eventualmente, em caso de perdas de vida neste conflito, uma referência à data de falecimento). De forma a simplificar a exposição dos dados, cada texto informativo alusivo aos combatentes conimbricenses, vai ter como título o nome de um local onde as gentes da do Distrito de Coimbra combateram (significando assim que, cada texto, obviamente contenha só breves notas dos homens que combateram no espaço referido pelo respetivo título).

Este evento quer fazer chegar a história às populações da região centro, aproximando as zonas mais urbanas das mais rurais. Deste modo, vai percorrer várias zonas geográficas da região centro (Arganil; Cantanhede; Coimbra; Condeixa-A-Nova; Figueira Da Foz; Góis; Lousã; Mira; Miranda Do Corvo; Montemor-O-Velho; Oliveira Do Hospital; Pampilhosa Da Serra; Penacova; Penela; Soure; Tábua; Vila Nova de Poiares).

A exposição estará durante um mês em cada uma das terras.

Proponentes do projeto
  • João Emanuel Mateus Mendes
Cultura

Cultura

  • Orçamento
    90000 €
  • Âmbito do Projeto
    Regional
  • Região onde aplicar
    Centro
  • Municípios onde aplicar

    Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-A-Nova, Figueira Da Foz, Góis, Lousã, Mira, Miranda Do Corvo, Montemor-O-Velho, Oliveira Do Hospital, Pampilhosa Da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua, Vila Nova De Poiares

  • Prazo
    24 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal