#92

Sons de Bolso

Cultura

Cultura

Imagem do projeto

Tendo como principal objectivo criar novas perspectivas, quer sobre a música contemporânea, quer sobre os espaços e a cultura da cidade do Porto e de Vila Nova de Gaia, o projecto Sons de Bolso consiste na criação de peças musicais que poderão ser experienciadas pelo público, em locais específicos para os quais foram compostas, através de uma aplicação móvel de Realidade Aumentada. Estas peças serão elaboradas tendo em conta diferentes elementos caracterizadores dos locais, tais como as suas histórias e/ou paisagens sonoras. Esta ferramenta pretende ser capaz da difusão de uma acção interventiva, possibilitando a aproximação de diferentes públicos e ajustando-se a vários estilos de vida. Momentos de lazer com toda a família, a momentos introspectivos à chuva, ou a fins de tarde a dois num banco de jardim, Sons de Bolso apresenta uma nova forma de estar com a música quando e sempre que se quiser. A rua transforma-se na sala de espectáculos.

Características Distintivas do Projecto:

1. Sons de Bolso apresenta uma modalidade não convencional de consumir e interagir com música que permite novas experiências para o público. Esta modalidade, que combina música com media visual integrado nos locais através de técnicas de Realidade Aumentada, constitui uma proposta singular e inédita em Portugal.
2. Esta modalidade promove novas possibilidades e desafios criativos para os compositores e criadores do conteúdo visual, quer pela interacção entre conteúdo musical e visual e pela sua criação conjunta, quer pelo facto de o público ter a possibilidade de interagir e alterar o desenrolar das peças, o que cria novas possibilidades e desafios criativos.
3. Combina a experiência de uma performance ao vivo, in loco, com as possibilidades ilimitadas de reprodução e de reaudição permitidas pela gravação da música em suporte digital. Apresenta uma plataforma de difusão musical que permite a aproximação da criação contemporânea a um conjunto de públicos mais abrangente do que as modalidades de performance ou difusão tradicionais.
4. Utiliza a produção artística não só como um fim em si mesmo, mas também como forma de integrar e apresentar diferentes perspectivas sobre o contexto, cultura, história e geografia locais. Isto é desenvolvido através de um processo que promove a utilização de elementos da cultura local na criação do produto artístico.
5. Constitui um projecto que não finda nesta etapa e nos objectivos propostos para este apoio, tendo o potencial para expansão nacional e internacional através da inclusão de novos conteúdos localizados em novos pontos geográficos.

Proponentes do projeto
  • José Tiago Baptista
  • Manuel Brásio
  • Filipe Fernandes
Cultura

Cultura

  • Orçamento
    50000 €
  • Âmbito do Projeto
    Regional
  • Região onde aplicar
    Norte
  • Municípios onde aplicar

    Porto, Vila Nova De Gaia

  • Prazo
    24 meses

Mais informações sobre o Orçamento Participativo Portugal